Espero-te

Há algo que nos liga
Seja sua vã cultura
Tua religião mundana,
ou sua moral "crtl c", "crtl v"

Presos, estamos, pelo fio de prata
em multiversos doces e violentos
Vivenciando medos e esperanças

Massa amálgama de gritos e risos,
milhões de súplicas e esperanças
Letras e notas amarrotadas

Espero-te em cima dos muros,
deste oceano de coincidências,
atropelos e desencontros.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Necrochorume

Último respiro

Canção do Exílio a Dom Bertrand

Pax

Ósculo

Retambana de pesares

Hirto

Prasãda