A cerca

Mourões mouros da cerca que parada está,
acerca de seu reino, em queda livre…

Há cerca de duzentos anos ressurgirá,
a cerca de Paraisópolis, Macunaíma!

A cerca que aprisiona flagelos,
Acerca de espasmos ignorantes,
Há cerca de ciclos infinitos de Poder,
A cerca de uma terra tupi defenestradas.

Por fim, a cerca,
acerca de todos,

há cerca de 519 anos...




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hirto

Ósculo

Pax

Necrochorume

Tarsila e Pagu

Último respiro

Oniquito

Buddhyahaṅkāra

Canção do Exílio a Dom Bertrand