Rumo a Atziluth

E serão aquelas escadas
que me levarão a Atziluth
Sob o coro dos Querubins e Serafins

Foram aquelas escadas,
onde superei o abismo de minha existência
Quão espantoso é este lugar!

Betel, a porta dos céus
Voltei para a casa
Deixando o exílio e as ilusões desta morada

Quão espantoso é este lugar!
Terra azeitada de ternura e benevolência

Soube, então, o Bem




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hirto

Ósculo

Pax

Necrochorume

Tarsila e Pagu

Último respiro

Oniquito

Buddhyahaṅkāra

Canção do Exílio a Dom Bertrand