Soneto a Prisco

Ela se foi sem se importar
Excluiu, sem receio, toda a falação!
E toda aquela presente falta de ação.
Ela se foi e não vai voltar!

Deletando a alegoria ou o desabrochar
Excluindo toda aquela mansidão
Sem receio, dolo ou resquício de paixão
Ela se foi e não vai voltar!

Um brinquedo, sem segredo?
Um segredo, sem enredo...
Ela se foi e não irá voltar!

Esmeraldino, Vai-se cedo?
Não queiras saber o fim do enredo?
Ela se foi sem se importar...

(ARCHANGELO, A. Ápeiron, Ed. Buriti, 2019)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hirto

Ósculo

Pax

Necrochorume

Tarsila e Pagu

Último respiro

Oniquito

Buddhyahaṅkāra

Canção do Exílio a Dom Bertrand