Utopias ideais

Mentira, a mais bela de todas!
Mentira, a vida ceifada aos prantos.

Passarás a vida inteira,
acreditando em seu suspiro?
Uivando seus delírios?
Cheirando a carnificina?
Apadrinhando a esperança?
Lutando por sonhos?
Utopias ideais?
Mazelas, pobreza ou riqueza?

E no fim, no silêncio,
imaginativo de teus passos,
um golpe: silencioso,
milagroso, escandaloso!

Tirará-lhe o último brilho-suspiro!

(ARCHANGELO, A. Ápeiron, Ed. Buriti, 2019)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hirto

Ósculo

Pax

Necrochorume

Último respiro

Tarsila e Pagu

Canção do Exílio a Dom Bertrand

Oniquito